A Medicina da Saúde Será a Medicina do Futuro

Tempo de leitura: 8 minutos

0 Flares 0 Flares ×

A medicina tradicional, ou medicina da doença, tem o foco apenas no diagnóstico e tratamento de enfermidades. Já a Medicina da Saúde defende a proposta de utilizar todos os recursos para o desenvolvimento integral e completo da saúde do indivíduo.

Isso tem uma importância fundamental. Ao se melhorar a saúde física da pessoa, consequentemente há uma melhora também em todas as outras dimensões de sua vida: emocional, mental, cultural, social, ambiental e espiritual, estas que estão intimamente relacionadas.

E por esses fatores, ela é considerada a Medicina do Futuro.

Quer entender melhor sobre esse assunto, e saber como será a medicina do futuro?
Então continue lendo esse post até o final.

O problema da Medicina Tradicional

O foco da medicina da tradicional é na doença, e procura entendê-la para ajudar o portador a melhorar a sua saúde.

Quando o indivíduo inicia a perda da saúde, ele passar a ver sinais através de minúsculas alterações em seu exame laboratorial. Mas essa como a perda foi insignificante, e ainda não gerou nenhum sintoma, a medicina da doença não valoriza esses sinais.

E sua intervenção não será para recuperar a saúde, mas para controlar e evitar a evolução da doença.

A medicina da doença trabalha com valores normais para exames laboratoriais, já a Medicina da Saúde trabalha com valores ideais, que são muito difíceis de estabelecer, pois variam de indivíduo para indivíduo.

Medicina da Saúde: uma prática mais humana

A Medicina da Saúde é baseada em evidências, ela foca em como melhorar os indicadores da saúde de uma pessoa.

Qualquer um, por mais doente que esteja, pode fazer uso de alguns dos recursos de melhoria da saúde. Algumas serão mais fáceis de serem curadas, como as doenças degenerativas (hipertensão, diabetes, esteatose hepática, dores ortopédicas) e outras mais difíceis, como as doenças autoimunes.

Porém mesmo um indivíduo acamado, em estágio final de sua doença, pode beneficiar-se com esses recursos, que propiciarão a ele uma melhoria da qualidade de vida que está tendo.

A Medicina da Saúde busca a avanço gradativo da saúde de um indivíduo doente, até conseguir uma saúde tão elevada que a doença desapareça e ele deixe de tomar medicação.

Mesmo depois dessa conquista, essa medicina o continua a orientar, garantindo que a doença nunca mais voltará a se instalar.

A Medicina da Saúde X A Medicina da Doença

Como Médico Ortopedista, se me deparo com um Participante do Programa PRO SER Saúde que possui uma glicemia de 130 mg/dl, por exemplo, eu o encaminho para consultar com endocrinologista, pois não estou preparado para tratá-lo da diabetes.

Por isso, a Medicina da Saúde ainda depende de médicos especializados para tratar doenças específicas.

Apesar disso, eu posso auxiliar esse mesmo participante a aumentar a saúde de todo o organismo, inclusive a saúde pancreática. À medida que vai melhorando, e a sua glicemia de jejum diminuindo, ele pode diminuir a dose de medicamentos, até chegar ao ponto de eliminar seu uso.

A partir desse ponto, o endocrinologista dá alta para o paciente, e este permanecerá aplicando os recursos para melhorar cada vez mais a sua saúde pancreática.

Já acompanhei participantes diabéticos insulinodependentes no PRO SER, que conseguiram se recuperar e ficar sem a necessidade de usar qualquer medicamento.

Dissaúde: um novo conceito importante

Para entender essa abordagem, vamos aceitar que existe a possibilidade teórica de que alguém possa ter uma saúde 100%. É uma situação difícil de conquistar, pois qualquer pessoa que perde uma pequena porcentagem de saúde, por menor que seja, não será mais completamente saudável.

E como não existe nenhum termo na ciência para descrever esse estado de perda de saúde, eu utilizo o neologismo Dissaúde (distúrbio de saúde).

Essa perda inicial, insignificante, não se manifesta com nenhum sintoma, sinal ou alteração de exames laboratoriais, mas não deixa de ser perda de saúde.

E essa perda ocorreu porque:

  • O organismo do indivíduo sofreu alguma agressão, que não teve condições de reparar adequadamente, ou
  • Porque ele deixou de fazer alguma conduta necessária para a manutenção da saúde.

E são duas condições para se perder a Saúde:

  • Fazer alguma coisa que não deveria ter feito, ou
  • Deixar de fazer alguma coisa que deveria ter feito.

A Medicina da Saúde busca a recuperação de saúde

A perda progressiva da saúde se dá por inúmeros fatores cumulativos, e para que haja a recuperação dela é necessário a utilização de vários recursos concomitantemente.

É impossível conquistar e manter um nível superior de saúde utilizando apenas um único recurso. Nenhuma dieta, regime ou programa de emagrecimento funciona a longo prazo, porque utilizam apenas o recurso da alimentação, mesmo que seja uma alimentação saudável.

Quanto maior for o número de recursos utilizados, e melhor for a utilização de cada recurso, mais rápida será essa recuperação de saúde.

E na Medicina da Saúde o participante nunca terá alta, pois o trabalho é continuo. Depois de conquistar uma saúde física, ele buscará conquistar saúde também em outras dimensões.

A Medicina da Saúde trabalha com programas de saúde

A Medicina da Saúde propõe um programa composto de vários recursos destinados aquela pessoa que deseja melhorar a saúde. E esta nunca é tida como paciente, mas sim participante do programa que está fazendo.

Alguns programas são obrigatórios, como aqueles que promovem o ganho de força e de capacidade cardiovascular, e outros são recomendáveis, como a utilização de probióticos.

O médico juntamente com o participante, irá adaptar os recursos para as condições físicas, funcionais, sociais e financeiras do indivíduo.

E muitas vezes o Médico da Saúde precisará de um outro profissional para a aplicação dos recursos. Por exemplo, para se ganhar massa muscular é importante a presença de um educador físico que prescreva e treine a execução dos exercícios.

E o nível de saúde precisa ser periodicamente medido, para saber se os recursos utilizados para aumentar a saúde estão dando resultados ou precisam ser corrigidos.

Agora, deixo aqui um recado dirigido especialmente aos meus colegas Médicos:

Se você está em busca de uma Medicina mais Humana, mais resolutiva, mais gratificante, deve ter ficado motivado com a Medicina da Saúde, e certamente quer conhecer muito mais sobre essa abordagem.

Por isso, te convido a conhecer a Medicina da Saúde, ser um dos pioneiros neste campo, e ocupar esse espaço na sua comunidade.

Participe do Workshop A Medicina da Saúde:
100% Online e Gratuito, e exclusivo para Médicos.

Entenda mais sobre a Medicina da Saúde, e aprenda na prática como você pode aplicar esses conceitos na sua vida e nos seus pacientes.

Exerça uma medicina mais humana, transformando positivamente a saúde dos seus pacientes, sem precisar depender da indústria farmacêutica e de convênios.

Também vou lhe ensinar como eu faço para aumentar os meus honorários com essa metodologia.

Para participar, clique no botão abaixo: 

Inscreva-se no Workshop de Médicos

 

Compartilhe esse post, pois quanto mais essa medicina se popularizar, menos pessoas ficarão doentes, e menos médicos de doença serão necessários.

Eu te encontro no próximo post.

Até lá, eu te desejo uma SuperSaúde!

0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *