Suplemento de Cálcio Prejudica a Saúde!

Tempo de leitura: 5 minutos

0 Flares 0 Flares ×

O tema deste artigo deve causar polêmica; suplemento de cálcio prejudica a saúde.

Dizendo de outra forma; nunca tome suplemento de cálcio mesmo se você tiver osteoporose. Eu sei que este conceito vai contra a orientação de toda medicina tradicional, que é a medicina da doença. A osteoporose afeta ou afetará mais da metade de todos que estão lendo por isso a importância deste artigo.

Se você é médico tem muito mais motivos para continuar lendo pois você pode estar prejudicando todos seus pacientes como eu estive até 3 anos atrás. Se você não concordar com o que estarei apresentando, escreva nos comentários suas opiniões, suas críticas, você estará auxiliando a colocar luz neste assunto polêmico.

O grande erro começa quando entendemos errado a osteoporose, falarei mais sobre esta doença em outro artigo. A medicina clássica entende que se o osso está ficando fraco é porque está perdendo cálcio, logo devemos dar cálcio para compensar. O pior deste raciocínio simplista é que não se procura em saber o porquê do osso está perdendo cálcio. Pode até parecer lógico, mas todo cálcio dado como suplemento não vai para o osso. Vai na verdade para as artérias e outros órgãos como leremos neste artigo.

Uma meta analise de 2011 mostrou que os suplementos de cálcio com ou sem vitamina D aumentam o risco de eventos cardiovasculares, especialmente infarto do miocárdio. Você sabe que os trabalhos de meta analises estão no nível mais alto de rigor cientifico, logo devem de ser estudados, aceitos por todos os médicos.

Este estudo analisou 28 mil participantes de 8 ensaios e encontrou um aumento de 31% no risco de infarto do miocárdio e um aumento de 20% no risco de acidente vascular cerebral. Depois deste estudo, não foi publicado nenhum outro que substituísse este, ao menos que eu saiba, logo é o mais atual e está valendo.

Toda vez que o médico prescreve suplemento de cálcio para a sua paciente estará aumentando de forma perigosa o risco de infarto do miocárdio e de AVC, indo contra as evidencias cientificas. Nós vamos ver que o suplemento de cálcio nem está ajudando o osso.

Se você toma cálcio, pare imediatamente, se você é médico não prescreva mais. Vamos entender o que acontece. O osso está perdendo cálcio, isto é verdade. Há um balanço negativo, ou seja, está saindo mais cálcio do osso do que entrando. Depois nós vamos ver o motivo. Para aonde vai este cálcio?

Infelizmente não é excretado pela urina, ele vai se depositar principalmente nas artérias e em outras partes do corpo. Existe uma correlação nas análises entre aumento da calcificação arterial e a diminuição da massa óssea, e consequentemente diminuição da massa muscular. Isto foi publicado recentemente, em março de 2017.

Falando sobre as artérias, 90% das placas arteriais são classificadas e o que endurece a placa da artéria não é o colesterol, e sim o cálcio, isso que é assustador. Quando alguém toma suplemento de cálcio, o cálcio não vai para os ossos, todo ele vai parar nas artérias, aumentando a arteriosclerose.

Para se ter uma ideia da gravidade da situação, além das artérias encontramos depósitos de cálcio irregulares em inúmeras doenças; nas valvas cardíacas, na doença coronariana, hipotireoidismo, obesidade, diabetes, celulite, placa dentaria, doença na gengiva, cálculos biliares, cálculos renais, doença de Alzheimer, câncer de mama, câncer de cólon, doença de Kromm no intestino, cesto ovariano, cataratas e degeneração macular entre outras. Nas doenças ortopédicas também; articulações rígidas, artrose, artrite, tendinites, calcificações articulares, esporões, câncer ósseo, é muito dano causado por cálcio errado.

Muitos de vocês vão estar pensando assim, bom ao menos aumentou a densidade óssea e reduziu o risco da fratura. A primeira parte está certa, a densidade óssea está aumentando, porém isto não quer dizer que o osso está ficando mais forte. O risco de fratura também aumenta, pacientes que tomam suplementos de cálcio e outros medicamentos para combater osteoporose tem aumento também no número de fraturas.

Leia também o artigo que eu falo sobre osteoporose. Neste artigo eu explico porque ocorre a osteoporose e como podemos curá-la de forma natural sem o uso de medicamento mesmo em pacientes mais idosos.

Trabalhos clássicos de mais de 10 anos mostram que a suplementação de cálcio com vitamina D para mulheres pôs menopáusicas saudáveis resultou em uma pequena, mas significativa melhoria da densidade óssea do quadril. Não reduziu significativamente a fratura do quadril e aumentou os riscos de cálculos renais, isso é um trabalho clássico publicado da New England.

Espero que você tenha entendido a gravidade em usar qualquer tipo de suplemento de cálcio. Se está usando pare imediatamente. Coloque seu comentário aqui embaixo, principalmente se você não concordar ou concordar com o que você leu Compartilhe este vídeo com o maior número de pessoas possível para ajudar a melhoria da saúde no Brasil.

 

Eu te desejo uma Supersaúde.

12

7 Comentários


  1. Olá Dr Uronal, eu te desejo tudo de bom pela coragem de discutir de maneira tão aberta este tema. Eu passei por isto com minha mãe que apresentava osteopenia. ao suspender o cálcio a final de 01 ano já não ao o mesmo quadro. Eu sugiro que pessoas que lembrar este texto aprendam a realizar teste cinesiologia para que a sabedoria corporal responda que tipo de reposição seu corpo precisa, validando a livre escolha a partir da sabedoria inata corporal.

    Responder

  2. Dr. Zancan:
    Estou pasma dianté se de suas explicações sobre cálcio!!! Acabei de sair de um médico de uma clínica chamada Clínica da Dor, ligada à um hospital público na minha cidade, que por sinal esse hospital tem um ambulatório onde encontra-se entre outras, a especialidade de ortopedia e que é bem conceituado.
    A princípio me disseram que essa clinica teria profissionais muito interessantes, tipo “zen”, com acupuntura, e tal….
    Porém, sai de lá extremamente decepcionada e com uma lista feita pelo tal médico com 6 prescrições medicamentosas. Isto para as dores de lombar, cervical que estão apresentando osteoporose e artrose, através de ressonâncias solicitadas pela minha neurologista.
    Olhe as medicações: OSTEOBAN 150 mg – OSCAL D – ARTOGLICO 1,5 G – CONDRES- TORAGESIC 10 Mg – e um tal FORTIFIT que de ser suplemento, por sinal muito caro, caríssimo!!!
    Falar o quê pra esse médico? Entrei muda no consultório e sai calada. Se quer ele investigou sobre a minha saúde em geral. E justamente eu que sou extremamente resistente à medicação.
    Qdo lhe perguntei como seria a interacao de todas essas medicações com o Puran 50mg q tomo pra hipotireoidismo, q ele sequer sabia pqe sequer perguntou, ele me respondeu secamente que “quem sabe do seu corpo é a senhora, a senhora toma as medicações como decidir e se quiser”.
    Enfim, sai de lá com mais dores do que estava, inclusive com dores da alma…..rsrsrsrsrs …….
    Vou ver todos os seus vídeos, principalmente os ref a osteoporose, depressao, exercícios, envelhecimento etc….
    Meu abraço e gratidão. (Cidinha Jerônimo)

    Responder

  3. Ótimo artigo . Sou maratonista e tenho muito cálcio , inclusive depositado nas artérias . Como faço para diminuir a ingestão e a produção de cálcio pelo corpo ?

    Responder

    1. Olá, Aníbal Castro de Sousa
      Você precisa individualizar o exercício para os teus problemas, qualquer pessoa sem risco cardíaco deve elevar seus batimentos para acima da FCMáxima.

      Responder

  4. boa tarde, tenho 49 anos, menopausa e osteopenia, e tomo suplemento de calcio, com vit. D, vitamina K e magnesio, vitaminas essas que prometem que o calcio não se deposite nas artérias, essa afirmação está correta?

    Muito obrigada, edilene

    Responder

    1. Olá Edilene,
      A vitamina K2 tem esse objetivo, mas sem exercícios ela não consegue atuar.

      Responder

  5. Eu osteopenia,é o disse que eu tenho tomar cálcio por um ano.Falei para o médico o cálcio que forma placa nas artérias,mas me disse se precisa tem que tomar….aí agente fica sem saída..

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *