Conheça a Miocina, a poderosa enzima de saúde produzida na musculação

Tempo de leitura: 5 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Depois da descoberta da Miocina, a poderosa enzima de saúde produzida na musculação, chegou-se à conclusão que é impossível manter a saúde com sedentarismo e inatividade. E por isso as atividades físicas são fatores essenciais para diminuir doenças, ou até mesmo eliminá-las de sua vida.

 

 

A Miocina, a poderosa enzima de saúde é uma substância produzida pelos músculos e que atua combatendo as dores do corpo. Tem uma importância fundamental na melhoria de nossa saúde, e sua falta é um dos principais causadores de doença.

Ao se fazer exercícios físicos, com contração muscular, aumentamos a produção de Miocina, esta que também atuará no metabolismo da gordura provocando a sua mobilização e eliminação, levando ao emagrecimento fisiológico.

Quer entender melhor sobre esse assunto? Então confira abaixo os efeitos da Miocina, a poderosa enzima de saúde produzida pela musculação em seu corpo.

 

Miocina

Há muito tempo se sabe que os exercícios são benéficos para a saúde, porém não havia uma explicação científica.

Mas em 2003 um pesquisador estudando a gordura do corpo, concluiu que se a gordura produz uma substância chamada adipocina que causa doenças e inflamações, deveria haver outra substância produzida pelos músculos que causasse saúde, e que fosse anti-inflamatória, e a essa, se deu o nome de Miocina.

E pelas descobertas das várias Miocinas, o músculo subiu de categoria, e hoje é considerado como um dos principais órgãos endócrinos, secretores de substâncias e que influi em outros órgãos do corpo.

Encontramos receptores de Miocinas nas células musculares, gorduras, fígado, pâncreas, ossos, cartilagens, coração, sistema imunológico, e em nosso cérebro.

Conheça um pouco mais sobre como elas agem em nosso corpo:

  • Elas têm um papel fundamental na saúde do corpo, e a sua falta provoca a instalação de quase todas as doenças degenerativas;
  • Têm um alto poder anti-inflamatório e analgésico e por isso diminui as dores em qualquer processo inflamatório do corpo, e estamos falando de mais de 90% dessas dores. A Miocina irá agir naquele ponto doente combatendo a inflamação e diminuindo a lesão;
  • Elas estão envolvidas na melhoria de todos os processos metabólicos, desde o reparo dos danos causados às células, a regeneração dos tecidos, a recuperação dos órgãos, a geração de energia, e a manutenção do funcionamento adequado de todos os órgãos vitais e funcionais;
  • E ainda aumentam a nossa capacidade imunológica, combatem infecções e eliminam as células neoplásicas (cancerosas) antes da proliferação.

 

Mas qual seria a relação da musculação com a Miocina?

Ao entender as ações da Miocina compreendemos porque o exercício físico, em foco a musculação, tem ação curativa sobre as doenças degenerativas. Como  que a inatividade e o sedentarismo são os principais fatores geradores destas.

Os exercícios físicos auxiliam no emagrecimento, porque as Miocinas atuam diretamente no metabolismo da obesidade. Provocando mobilização e a eliminação da gordura.

Na verdade, qualquer exercício com movimento, produz contração muscular, logo produz Miocina, mesmo que em pequenas quantidades. Por isso mesmo uma caminhada leve, de alguma forma estará produzindo algum número desta substância.

No entanto de todas as atividades físicas, a musculação feita com intensidade é a que mais provoca a produção destas.

A musculação, de certa forma, substitui o trabalho braçal intenso. O mesmo era feito por nossos ancestrais quando ainda não se havia máquinas para realizar essas atividades.

Aqueles primitivos que não exercitavam seus músculos, e consequentemente não produziam Miocinas em quantidades adequadas, com certeza não sobreviveram para ter descendentes hoje.

Então lembre-se: quanto mais intenso e variado forem os exercícios, maiores e mais diversas serão as Miocinas produzidas.

Nosso cérebro é o órgão que juntamente com os músculos possui o maior número de receptores para Miocina. Isso justifica o fato de que as pessoas que fazem menos exercício têm maior grau de degeneração neurológica. Além de índices mais elevados de depressão e de declínio cognitivo.

Agora você conhece a Miocina, a poderosa enzima de saúde produzida na musculação. Adote essa prática em sua vida.

Afinal atividade física, além de contribuir para o reforço da musculatura do corpo, do sistema cardiovascular, fortalece nosso cérebro. Também contribui para a perda de peso, e estimula o nosso sistema imunológico. Além de prevenir inúmeras doenças.

Devemos sempre ter em mente que o músculo esquelético é o maior órgão do corpo humano. Por isso o potencial gerador de saúde é enorme. Então está esperando o quê para começar hoje mesmo a se movimentar, e a mudar a saúde de seu corpo?

Se você gostou desse assunto e almeja fazer parte da corrente do bem que deseja levar conhecimentos de saúde para o número maior de pessoas possível, não se esqueça de compartilhar esse post com as pessoas da sua relação. Eu desejo que você tenha sempre uma SuperSaúde, e até o nosso próximo encontro!

 

2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *