Você Sabia que o Stress Pode Ser Ótimo Para a Saúde?

Tempo de leitura: 9 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Todo mundo sabe que o stress faz mal para a saúde. A organização mundial da saúde diz que 90% das consultas médicas são decorrentes do stress. Em um cálculo feito nos EUA o stress seria a 15ª causa de morte. Acima das mortes decorrentes da AIDS, então por que eu faço essa afirmação de que o stress pode ser ótimo para a saúde? O stress pode matar, mas também pode nos colocar em altíssimo desempenho e é essa abordagem que eu quero trabalhar com você.

Em primeiro lugar, o stress é uma síndrome geral de adaptação, ou seja, surgiu nos nossos ancestrais quando eles enfrentavam uma dificuldade, como um leão, por exemplo, e eles tinham que se preparar instantaneamente para enfrentar aquela dificuldade. Se não se preparassem não tinham condições e morriam. As pessoas que não conseguiam desenvolver essa síndrome geral de adaptação ficavam pelo caminho.

A gente pode entender como acontece quando enfrentamos uma situação estressante, por exemplo, eu tenho que enfrentar o meu chefe brabo. O que acontece com o meu corpo? Meu coração começa a bater mais depressa, a pressão começa a aumentar para aumentar a circulação de sangue, meu baço contrai e joga todo o sangue para a circulação, meu pulmão começa a ficar mais ofegante, começa a ampliar a respiração para oxigenar melhor o sangue.

O cérebro no hipocampo começa a produzir uma grande quantidade de hormônios que vão para a glândula suprarrenal para produzir adrenalina, cortisol e epinefrina que faça com que todo meu corpo fique em estado de alerta, a minha pele começa a ficar pálida, pois todo o sangue é dirigido aos músculos e eles ficam regurgitados de sangue prontos para atuar. A pele também fica pálida para que se receber um corte sangre menos.

Começa a haver uma liberação muito grande de linfócitos no sangue para se houver algum ataque eles possam defender, minha imunidade cai para não gerar inflamação, pois se eu sofrer uma batida não posso gerar inflamação para não me atrapalhar então a minha imunidade cai e minhas respostas inflamatórias. Meu cérebro começa a produzir dopamina, serotonina e endorfina em quantidade tão grande que se eu levo um soco não sinto dor. Se eu sou atacado aumenta o meu limiar para dor. Minha capacidade de energia triplica, pois libera muita energia, meu fígado joga toda a glicose para o meu sangue e pega gordura e transforma em energia e fico exuberante de energia.

Agora me diga: você não gostaria de viver uma situação como essa em todo o teu dia? Sempre que fosse possível enfrentar uma situação ficar sempre assim? Então é isso que acontece no stress. Por isso que ficamos tão vivos em uma situação estressante, porém essa situação estressante pode matar.

Fizeram um trabalho acompanhando 29 mil pessoas durante 8 anos, depois desse prazo verificaram que as pessoas mais estressadas morriam 43% mais do que as menos estressantes. Ao começar o trabalho fizeram duas perguntas para as pessoas: “você é estressado?” e “você acredita que o estresse mata?”.
Coincidentemente aqueles que tinham muito stress e que acreditavam que o stress matava morriam. Aqueles que tinham muito stress e não acreditavam que o stress matava não morriam e tiveram um índice menor de mortes do que aqueles que acreditavam que o stress matava e não tinham muito stress. A percepção do stress que mata.

Fizeram outro trabalho muito interessante. Pegaram dois grupos de pessoas:

Em um dos grupos foi mostrado um vídeo dizendo que stress mata, que não poderia ter stress e eles teriam que fazer um teste após o vídeo.

No outro mostrava todos os benefícios do stress, da ansiedade, de como era uma boa preparação para a “luta”.

Os dois grupos fizeram o teste, que era ficar na frente de uma mesa com várias tentativas de estressá-los, com luzes e toda a sensação de opressão e medindo o stress.
Os dois grupos ficaram estressados, porém aqueles que estavam preparados ficavam com menos stress e tiveram melhores resultados na improvisação.

Seguindo essa linha, em outro momento, 280 gerentes participaram de uma pesquisa em um estúdio onde mostravam vídeos, um deles mostrava que o stress faz mal e que não deveria ter stress no trabalho. No outro vídeo foi mostrado que o stress faz bem. Com isso mediram a produtividade com uma técnica que contém escala de 1 a 4. Os grupos juntos tinham uma média de 1,9 de produtividade. Quem assistiu ao vídeo dizendo que o stress faz bem aumentou o stress para 2,3 o outro caiu de 1,9 para 1,6, pois começaram a ver que o stress faz mal para a saúde. Existem vários trabalhos que mostram que o stress faz bem.

Um trabalho que foi feito com ratos os fazia sofrer pequenos estresses agudos e depois paravam. Com isso os ratos tinham um aumento das células do hipocampo que é uma zona que pode estimular a adaptação e a memória de longo prazo.

Trago para vocês essa nova mensagem: Quando você ficar estressado, curta aquele estresse, pois você está avançando no momento de vida.

Em outra pesquisa pessoas foram avaliadas por seu significado de vida.

Pessoas que tinham mais significados de vida comparadas com pessoas que tinham menos significados de vida. As pessoas que tinham razão de viver enfrentavam o stress com menos consequência e durante mais tempo do que aquelas que não tinham razão de viver.

Você tem que encontrar para a sua vida mais razões de viver e ao encontrar essa razão de viver você vai ficar feliz ao ter stress, pois você está fazendo coisas para viver melhor e passando por stress que é uma adaptação, está te preparando para um degrau superior. Nesse grau superior você fará outras coisas que vão te dar ansiedade que vai te preparando e de transformar cada vez mais e melhor.

Outro estudo que fizeram de combater o stress, fizeram duas perguntas: você tem muito stress? E a outra pergunta: você ajuda seus amigos, vizinhos e familiares quando eles tem dificuldades?

Assim foram acompanhados os participantes durante 5 anos.

Depois de 5 anos, o grupo que tinha muito stress e não ajudava muito os seus amigos aumentou o índice de morte em 31%. O grupo que não tinha muito stress, mas fazia atividades com os amigos, foi 0% de morte em 5 anos. Ou seja, não é o stress que mata, o que mata é a observação do stress e o que eu faço fora do stress. No momento em que saio da sensação de stress acabo fazendo coisas que geram outras energias que são positivas para o organismo.

Nesse mesmo ponto em outro trabalho foi mostrado que indivíduos que compartilhavam as suas dificuldades com seus amigos, liberavam um hormônio chamado citosina, hormônio ante estressante. As pessoas que compartilhavam situações estressantes tinham menos tendência ao stress do que aquelas que guardavam para si.

Com isso, levantei algumas coisas que você pode fazer quando tiver stress (além de vibrar por ter stress, pois significa que você está avançando em zonas de desconforto).

Olhe para isso como uma coisa positiva. Acredite que é positivo. Ajude as pessoas e compartilhe energia para ajudar as pessoas do teu entorno, isso resulta em menos stress. Busque uma vida com significado. Se perguntem qual seu objetivo para viver, qual sua missão e comece a trabalhar em cima disso.

Vários trabalhos mostram que contatos com a arte como música, esculturas, pinturas, zera o stress. Então se você saiu de um dia de trabalho muito estressante, que bom, significa que seu trabalho está evoluindo. Então você vai ao cinema, galeria de arte, concerto de música, diminui muito os efeitos do stress. A mesma coisa com o exercício físico, no exercício agudo você nunca faz nada, mas você saiu do momento de stress e vai caminhar, isso ajuda a aliviar o stress e ajuda muito mais se fizer exercício regularmente. Além disso, exercícios como Ioga e Tai Chi Chuan ajudam muito, pois usam a mente e a acalmam.

Finalmente, as principais coisas para aliviar as consequências causadas pelo stress:
Sono adequado: dormir cedo naquele dia e antes de dormir, quando chegar em casa faça alguma técnica de gerenciamento do stress como meditação, respiração consciente, ficar com a mente atenta e ficar calmo. Por favor, não ligue a televisão, não ponha sons que não tenham harmonia, mesmo que você goste, no momento de stress o corpo responde a músicas calmas. Então chegue em casa, baixe as luzes, ligue velas, músicas calmas, medite, durma cedo que você vai conseguir superar todas as consequências do stress.

Estou trazendo essa nova informação, pelo menos para mim talvez para vocês seja algo antigo, de que o stress é uma coisa boa, pois antes de gravar um vídeo eu ficava estressado e ficava sentindo aquela angústia antes de falar em público, agora eu fico feliz, pois sei que meu corpo está se preparando para que eu tenha um bom desempenho ao fazer essas atividades desafiadoras e cada vez mais quero fazê-las.

Então eu te pergunto, tu és como eu? Quer ter amanhã muita atividade estressante? Espero que sim, pois isso ajuda a desenvolver nossa saúde.

5

5 Comentários


  1. Interessantíssimo. É a primeira vez que ouvi esta abordagem sobre o estres. Gostei e vou começar a prestar atenção nas ocasiões estressantes. Obrigado e um grande abraço.


    1. Fico muito satisfeita em poder tirar proveito do stress, esse é um dos caminhos, acolher, observar e ser testemunha dele….


      1. I aptcpriaee you taking to time to contribute That’s very helpful.


  2. Muito bom ouvir uma visão diferente sobre a saúde. Abraço.

Comentários encerrados.