Você Sabia Que Mesmo Um Pequeno Pedaço de Doce Faz Mal a Saúde?

Tempo de leitura: 6 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Qualquer quantidade de doce faz mal para a saúde, mas muita gente me pergunta:
“E se eu fizer uma alimentação saudável, e for melhorando minha saúde e me alimentando cada vez melhor. Quando eu vou poder comer doce? ”.
– Para isso eu respondo: Todo e qualquer pedaço de doce faz mal para a saúde!
“Mas isso é muito radical! ”.
– Radical vem da palavra grega que quer dizer “raiz”, nós temos que ir à raiz do problema ou do assunto para entendermos o que faz o doce.

Tente entender o seguinte: aquele açúcar que está no doce tem algum nutriente, alguma coisa que é importante para a saúde?  Não, não tem nada. O açúcar vai gerar energia e a energia vai fazer o nosso corpo funcionar, então aquele açúcar serve para gerar energia. E isso não é importante, porque há vários outros alimentos que geram energia.

Quando o açúcar entra no nosso intestino e do intestino e passa para o nosso sangue ele vai no pâncreas, o estimula a produzir insulina e aquela insulina é utilizada para levar o açúcar para dentro da célula produzir a energia que nós chamamos de ATP. A insulina que levou o açúcar que está dentro da célula, promove uma série de outros efeitos dentro do nosso corpo, aumenta o processo inflamatório crônico do corpo e altera o sistema nervoso.

O açúcar vai produzir energia e o que sobra dele é conduzido para o nosso fígado pela insulina, para ser transformado em gordura. A gordura vai se depositar no fígado, nas artérias, no coração, vísceras fazendo a famosa barriguinha de cerveja e nas gorduras periféricas.

Nenhum açúcar é importante para o nosso corpo!
Se nós olharmos a nossa história biológica o açúcar entrou na nossa vida em 1492. Ali foi feita a primeira fábrica de açúcar na Ilha da Madeira pelos portugueses. Antes disso, o açúcar era um produto artesanal, uma famosa especiaria que os portugueses buscaram no Oriente, onde ele era feito de forma artesanal e vendido para a nobreza da Europa, os únicos que consumiam o açúcar. Durante toda a nossa vida de lá para cá, fomos gradativamente aumentando a quantidade de açúcar que a gente consome.

Foi publicado há algum tempo atrás uma matéria da revista Veja, onde comparava o açúcar com a cocaína:  “Qual mata mais: o açúcar ou a cocaína? ”.  Por incrível que pareça é o açúcar! A cocaína causa degeneração mental e destrói a mente do indivíduo, mas não gera doença mortal. O açúcar gera doença mortal e por isso mata mais que a cocaína.

É socialmente aceitável comermos doce, pois nós comemos doce pelo prazer momentâneo, e esse prazer momentâneo do doce é um tiro no pé se você se der conta.

Por exemplo: No meio da tarde. Você almoçou bem, teve uma alimentação saudável, e voltou para o trabalho. Produziu e produziu. Foi altamente produtivo no seu trabalho. Quando no meio da tarde, para tudo porque a colega está de aniversário. “Eu trouxe uma torta para comemorar! ” Então você vai para a cozinha, come a torta, fica feliz. Observem que o nível de felicidade aumenta, as pessoas dão gargalhadas, contam piadas e falam mais alto.
O que aconteceu? O açúcar entrou rapidamente para a corrente sanguínea, foi no pâncreas, estimulou a produção de insulina, que foi para o cérebro, pegou o açúcar e ao botar o açúcar para dentro do cérebro produziu muita serotonina, o hormônio do bem-estar, a enzima do bem-estar. E essa serotonina nos faz ficar eufóricos, felizes, alegres e exuberantes, falando alto, cantando, contando piada. No entanto, a insulina faz com que todo o açúcar seja consumido, ou mandando para as células nervosas ou levando para o fígado para transformar em gordura. Em seguida, o açúcar desaparece.

Você voltou para sua mesa de trabalho e a alegria gradativamente desapareceu, você ficou confuso, sonolento, irritado, cansado e diminuiu a sua produtividade. Se lembra como isso acontece?

Isto é falta de açúcar no sangue, a insulina não só consumiu com todo o açúcar do doce como também consumiu com aquele açúcar que estava no seu sangue, com a glicose que estava no teu sangue circulando, estava alimentando o cérebro, e aquela glicose caiu, o que fez você entrar em hipoglicemia, o que deixou o cérebro nervoso, por isso você ficou irritado. Te deixou cansado, te deixou fraco, te deixou com a mente menos produtiva.
Uma pessoa gorda em uma situação como essa abre a gaveta e já começa a comer para ficar alegre.

O que se recomenda numa situação como essa? Se não comer açúcar o que o cérebro faz?
O cérebro precisa de glicose no organismo então começa a produzir glicose: açúcar para o cérebro baseado em outros nutrientes. Ele transforma proteína e açúcar, e transforma gordura em açúcar, também vai transformar essa gordura e açúcar dentro das necessidades do cérebro.

Vamos imaginar assim: se o cérebro precisa 100 moléculas de açúcar por segundo, quantas moléculas o corpo produz da proteína e da gordura? 100. Nem 99, nem 101. Produz exatamente aquilo, e ao entrar as 100 moléculas o cérebro libera serotonina para o Bem-Estar. Não é aquela enxurrada de serotonina de quando se come um doce, mas além de não ter uma enxurrada, não tem a depressão. No momento que seu cérebro recebe a dose certa de glicose que ele precisa, ele libera também a dose certa de serotonina que nos dá a sensação de bem-estar, dosada, mas permanente, sem altos e sem baixos.

Não existe nenhum trabalho científico na área da nutrição que indica que um pouquinho de doce faz bem à saúde. Não existe. Qualquer doce vai fazer mal para saúde. “Ah, mas eu comer de vez em quando, não vai fazer mal”. Entenda que se comer de vez em quando, vai fazer um pequeno mal, um mal que o corpo rapidamente consegue compensar. Agente nem se dá conta desse mal. Se você comer eventualmente um doce que faz mal por 24 horas, depois de dois dias estará recuperado.

Portanto, se você está em busca de ter uma saúde plena, uma Super saúde, quem sabe você começa a evitar comer pequenas quantidades de doces e procure ter cada vez mais uma alimentação saudável? Alimente-se para se nutrir, não se alimente para ter prazer. Alimente-se para aquilo que o corpo precisa, não se alimente por vício de alimentação para buscar um prazer. Este é um assunto as vezes um pouco frustrante quando as pessoas pensam: “Eu não vou mais poder comer doce? ”. Mas se você fica um bom tempo sem comer doce, acredito que o vício de doce demora de 2 a 3 anos para desaparecer. Você vai ter uma alimentação muito mais saudável e o doce vai passar a ser enjoativo para você.

7

2 Comentários


  1. Doutor eu quero para de comer açucar, qual o adoçante que vc me indica??

Comentários encerrados.