Osteoporose é Prevenível e Curável

Tempo de leitura: 6 minutos

0 Flares 0 Flares ×

Já vimos que nunca se deve tomar suplementos de cálcio, e que todos suplementos de cálcio fazem mal para a saúde causando várias doenças, principalmente arteriosclerose, infarto miocárdio e AVC. Então quem tem osteoporose, o que deve fazer? Mais de 50% das pessoas que estão lendo ou tem ou vão ter osteoporose. Quero explicar o que é e como surge a osteoporose, o que se deve fazer para prevenir e caso já estiver com a doença como curar. Sim, porque osteoporose tem cura.

O pior é que o aumento da densidade óssea por medicamentos não só deixa o osso mais fraco como também aumenta o risco de câncer de mama em mulheres pós menopáusicas em até 300%. Além de não prevenir a fratura, suplementos de cálcio aumentam o risco de arteriosclerose e de doenças de câncer de mama.

A osteoporose e a arteriosclerose são duas doenças crônicas degenerativas, cuja medicina da doença diz que são independentes e consequências da idade. Hoje a gente sabe graças à estudos que são correlacionadas, já vimos que o cálcio que se deposita nas artérias é proveniente da perda de cálcio dos ossos.

Pela medicina da saúde, como eu chamo, isto é decorrente mais da perda de saúde do que da idade. Porém por que se acreditava que nosso osso perde cálcio com a idade? Não é só cálcio que o osso perde, perde também músculo que é mais importante.

A medicina tradicional afirma que após os 30 anos há uma perda gradativa da densidade óssea baseada em dados estatísticos. Estatística é a média da população, na verdade alguns perdem muito, outros perdem menos e alguns como eu não perdem nada de cálcio. Todavia por que alguns perdem?

Para entender isto precisamos entender para que serve o osso. A função do osso é apenas para sustentar o corpo e dar apoio aos músculos que estão presos nele. Se após os 30 anos o indivíduo diminuir suas atividades e em consequência ficar com os músculos mais fracos, não há necessidade de o organismo manter um osso forte se não tem músculo para usá-lo. Nosso corpo não gasta energia para manter um tecido, um órgão subutilizado. O cérebro reptiliano, promove um balanço negativo nesses ossos, retirando o cálcio e outros minerais.

O que fazer em caso de perda de massa óssea? Pensem comigo, se o organismo determina o enfraquecimento do osso devido ao enfraquecimento do músculo, a única solução fisiológica aceitável para aumentar a força do osso é aumentar a força muscular. Só isso fará com que o cérebro reptiliano entenda que um músculo mais forte precisa de um osso também mais forte e determine que mais cálcio entre no osso.

O exercício que mais aumenta músculo é a musculação, mas não é qualquer musculação. Para aumentar a massa muscular é preciso fazer musculação com alta intensidade, chegando na falha muscular em todas as séries de todos os exercícios, como já falei no artigo anterior.

Infelizmente a grande maioria dos frequentadores da academia realizam exercícios de forma leve e reclamam quando os instrutores querem aumentar o peso, ou seja, não aumentam a massa muscular. Quanto maior a idade maior a necessidade de fazer exercícios fortes apesar de ser muito falado “não tenho mais idade para ficar fazendo tanta força”.

Para ter certeza que o exercício está gerando aumento de massa muscular independentemente da idade, principalmente nos mais velhos, é preciso medir esta massa muscular e avaliar periodicamente o crescimento. Se o músculo não aumentar por causa de uma musculação insuficiente também não haverá aumento da força óssea e a osteoporose continuará causando risco de fratura.

O cálcio é o mineral mais abundante do nosso corpo. Ele é necessário não só para a saúde óssea, mas também para uma série de funções como batimento cardíaco, condição de impulso nervos, coagulação do sangue, secreção dos hormônios entre outros. Nosso corpo não produz cálcio, na verdade perdemos diariamente através da pele, unhas, cabelos, suor e urina, por isso precisamos encontra-lo na alimentação.

No entanto estima-se que o corpo não excreta muito mais que 100 mg por dia. A fundação nacional de osteoporose dos Estados Unidos recomenda que as mulheres acima de 50 anos tomem 1200 mg por dia. Isto é altamente preocupante, uma quantidade enorme de cálcio e que não vai para os ossos, e sim para as artérias.

Quem já tem osteoporose ou osteopenia o que deve fazer?
  • Suplementar com vitamina K2 nas doses de 100 a 200 µg. Nós vimos no artigo anterior relativo a vitamina K2 que ela retira o cálcio das artérias e coloca nos ossos, ou seja, ela está fazendo o processo contrário que tinha acontecido.
  • Aumentar os indicies de vitamina D no sangue para atingir níveis de no mínimo de 60 a 70, os doutores até que querem que seja 90 a 100.
  • Suplementar com qualquer tipo de magnésio, pode até ser este popular cloreto de magnésio. Alguns autores sugerem que utilizando estes três suplementos se pode adicionar o suplemento de cálcio, embora alguns reiteram que mesmo neste caso não se deve utilizar.
  • Adotar uma alimentação com muito cálcio, pois o cálcio da alimentação não irá para as artérias ao se utilizar aqueles três suplementos, vitamina K2, vitamina D e magnésio.

Quando se fala em encontrar cálcio nos alimentos a primeira ideia que vem é tomar mais leite. Contudo quem lê meus artigos sabe que eu não sou a favor de utilizar leite na alimentação, sendo que ele não é a única fonte de cálcio, a vaca não toma leite e produz muito cálcio. Da onde que a vaca tira cálcio para colocar no leite? Das verduras verdes; quanto mais verde for a verdura maior a quantidade de cálcio que ela fornece.

Espero que você tenha entendido a gravidade de usar qualquer tipo de suplemento de cálcio e pare de usar. Eleve a vitamina D para níveis acima de 60, 70 não só por causa disso, mas por que ela ajuda numa série de proteção a uma série de doenças. Use também suplementos de vitamina K2 e magnésio.

Se você concorda com o que eu estou falando, se você conhece pessoas que tenham osteoporose, compartilhe este artigo nas suas redes. Coloque seu comentário aqui embaixo, principalmente se você tem uma opinião diferente, gerando polemica, por que o contraponto ajuda a colocar luz nessa situação e com o conjunto dessas informações nós vamos ajudar a transformar a saúde do Brasil.

 

Eu te desejo uma Supersaúde!

1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *